05
Fev 10

 

No próximo dia 10 de Fevereiro de 2010, pelas 10h15, no Auditório da Escola irá decorrer uma palestra no âmbito de Área de Projecto sobre “Orientação Sexual e Identidade de Género", organizada pelo nosso grupo em conjunto com o grupo do 12ºB "Diferentes Orientações Sexuais". A palestra irá ser orientada por dois oradores da Associação Rede Ex Aequo.
As inscrições encontram-se afixadas na sala dos professores.
 
publicado por Homossexualidade 12ºE às 21:36
tags:

comentários:
Andam a promover lixo... em vez de promover mais filhos... Palhaços!
AVC a 24 de Fevereiro de 2010 às 02:27

Não estamos a promover lixo, nem crianças. As pessoas são livres de fazerem o que quiserem, desde que não prejudiquem terceiros. Estamos sim, a promover igualdade e tentar acabar com a discriminação.

"A Homossexualidade"

Que, por livre iniciativa de elementos de uma comunidade escolar, haja em âmbito escolar a apresentação de trabalhos e/ou palestras sobre a homossexualidade, é de respeitar - tal como qualquer pessoa (homossexual ou heterossexual) tem pleno direito ao respeito e à dignidade. Mas neste caso verifica-se que uma iniciativa escolar foi instrumentalizada e usada como veículo para propaganda por entidades ou associações absolutamente alheias à escola (ainda para mais pública!) - o que revela clara falta de respeito por quem é jovem e ainda não se sabe defender de manipulações de terceiros.
Inês Maurício
Inês Maurício a 24 de Fevereiro de 2010 às 15:52

Este projecto não tem como intuito manipular adolescentes para determinadas orientações sexuais ou escolhas de vida, mas sim, tal como já foi referido anteriormente, consciencializar a comunidade escolar para os problemas que são criados devido às escolhas sexuais e, dessa forma, promover a igualdade. As ditas entidades ou associações não nos contactaram, fomos nós que as contactamos. Esse contacto foi feito por precisarmos de suporte e apoio para responder a certas questões É mais fácil ser uma pessoa entendida no assunto a falar do que outra que está apenas a fazer um trabalho de pesquisa. Tal como seria preferível termos um medico a falar de medicina se o nosso projecto fosse esse, precisamos de associações adequadas ao nosso trabalho. Só perguntamos que tipo de propaganda é feito neste blog ou nas actividades realizadas, senão a de acabar com a discriminação?

Lamento que uma escola pública paga com os meus impostos sirva como palco para uma propaganda gay miserável. Mais ainda, lamento que uma professora que deveria ensinar os alunos a pensarem pela suas próprias cabeças, seja complacente com uma autêntica lavagem cerebral por parte do lóbi gay. Senão, afinal onde está o contraditório?
Julio Arantes a 27 de Fevereiro de 2010 às 00:39

A nossa docente, ao permitir que este trabalho seja feito, está a ensinar-nos a "pensar pelas nossas cabeças", dando-nos a liberdade de expressar e de realizar os trabalhos que achamos mais interessante. Não estamos a fazer propaganda a nenhum orientação sexual, estamos apenas a informar que não deveria haver razões para discriminações.
Lembramos ainda que todo o cidadão portugues paga impostos, independentemente da orientação sexual.
Se tiver alguma sugestão construtiva a fazer no nosso trabalho, agradecemos.

Atenciosamente,
"A Homossexualidade"

Já reparam que nos últimos dias tiveram quase mil visitas ao vosso patético site. Pois fiquem sabendo que as vossas figuras (fotos) tristes a serem doutrinadas pelo lóbi gay já se encontram espalhadas por vários blogues e pelo facebook.

Evidentemente que voçês (menores) não têm a culpa. A culpa será em primeiro lugar dessa vossa docente, Plácida Amor, e eventualmente dos vossos pais que permitem que os filhos sejam sujeitos a uma autêntica lavagem cerebral, fazendo lembrar as aulas de doutrinação e educação política dos antigos regimes comunistas totalitários.

O melhor será abrirem os olhos e pensarem no vosso futuro. Não se deixem instrumentalizar.
José António a 27 de Fevereiro de 2010 às 00:56

Não há que incutir culpas a ninguém , visto que não ocorreu aqui nenhuma infracção. Este blog trata de assuntos da actualidade, mas também podemos lembrar que desde a Grécia antiga que se sabe de histórias homossexuais, portanto é tão remoto como a heterossexualidade . Ao sermos educados, devemos ser preparados para o mundo exterior, como também sermos ensinados a ser bons cidadãos e não discriminadores .

Atenciosamente,
"A Homossexualidade"


Palestras como estas são de louvar, e dou desde já os parabéns aos organizadores deste projecto que contactaram pessoas formadas para passar informação útil a quem mais precisa.
Se os autores de comentários anteriores tivessem tido palestras como estas quando andavam na escola secundária, se é que andaram, talvez agora não viessem espalhar ódio desmedido apenas porque sim.
Todas as formas de discriminação (racismo, machismo, homofobia, xenofobia etc.) são evitáveis e desnecessárias. Ninguem é superior a ninguem. A homofobia mata e todos temos de pensar antes de espalhar ódio porque nunca sabemos quem pode atingir, se a nossa mãe/pai, se um dos nossos amigos, ou filhos. Todos as pessoas têm de ser respeitadas, e isso é o minimo de educação num pais civilizado e de, teoricamente, primeiro mundo.


C. a 1 de Março de 2010 às 20:41

Agradecemos os elogios dados às nossas iniciativas. É bom saber que o nosso trabalho está a servir de alguma coisa.
Caso tenha alguma sugestão a fazer, não hesite.

Atenciosamente,
"A Homossexualidade"

Antes de mais queria, obviamente, dar os parabens a todas as pessoas que organizaram esta sessao! Especialmente quem e LGBT, sabe o quao importante ela e!

Nao fazia muita questao de responder a estas criticas, mas tenho receio que especialmente algumas pessoas mais jovens passem por aqui e se deixem "seduzir" por elas, sem se aperceberem o quao pouco sentido fazem.
A homossexualidade tem vindo a ser cada vez mais aceite de uma maneira geral na sociedade e nao e por isso que ha menos crianças. Se tiverem duvidas podem procurar informaçoes sobre taxas de natalidade nos pais em que o casamento entre homossexuais ja e permitido ha varios anos. Mas se por acaso ate houver menos nascimentos (o que ate acredito) certifiquem-se so que nao e uma tendencia que ja vem desde a decada de 60 e que esteve associada a muitas outras mudanças na sociedade.

E interessante que os metodos contraceptivos sejam ja do conhecimento e uso publico (na nossa sociedade, pelo menos) ha varias decadas e seja hoje em dia extremamente faceis de conseguir gratuitamente, e nunca (ou raramente) as pessoas tenham uma atitude como a do comentario anterior. Pronto, sabemos que ha algumas pessoas que tambem os criticam, mas a verdade e que quase toda a gente ao longo da vida, pelo menos num momento ou outro recorre a metodos contraceptivos. E a contracepçao sim, e um factor preponderante no controlo da natalidade (entre outros); nas palavras dos comentarios anteriores, "em ter menos filhos". Se o facto da escola "institucionalizar" sessoes destas para toda a gente e um problema, entao deve dizer-se que o mesmo acontece com muitas outras coisas. Pelo menos a mim, a escola sempre me deu preservativos e palestras sobre contracepçao, sem que eu tivesse pedido...
Para alem do sexo com contraceptivos, tambem e raro ouvirem-se criticas a nao-procriatividade ou nao "naturalidade" da masturbaçao ou do beijo...

Enfim.. ha muito que dizer... talvez um dia as pessoas que ainda continuam com estas criticas tenham um filho gay ou uma filha lesbica, e talvez mudem de opiniao sem precisarem de muita informaçao sobre o assunto. Quem sabe.

(Desculpem a falta de acentuaçao, mas e por causa do teclado)


Samuel a 1 de Março de 2010 às 22:01

Obrigado por estar de acordo com as nossas sessões e por achar que estas são benéficas à nossa educação. Reconhecemos também a sua opinião em relação a estes aspectos que nos dão mais vontade de aprender e informar. Estamos lisonjeados pelo seu comentário.

Atenciosamente,
"A Homossexualidade"

Apresentação
Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!
Votação
arquivos
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
26
27

28


HIV - Filme de prevenção I
HIV - Filme de prevenção II
pesquisar
 
Visitas
mais sobre mim
blogs SAPO