25
Fev 10

 

 Foram realizados inquéritos de forma a conhecer a opinião da comunidade escolar em relação ao filme visto. Os inquéritos foram realizados pelo grupo "A homossexualidade" e o tratamento de dados foi feito pelo grupo "Diferentes Orientações Sexuais". Os resultados são mostrados de seguida.

publicado por Homossexualidade 12ºE às 15:27

comentários:
Tomamos conhecimento, através do vosso blogue http://ap-homossexualidade.blogs.sapo.pt/ da vossa iniciativa, incluída na área projecto da Escola Secundária de Olhão subordinada ao tema da "Homossexualidade" e que tem grande mérito pela actualidade e interesse.
Na Escola Secundária de Albufeira, está a ser desenvolvida também no âmbito da área de projecto uma iniciativa muito idêntico.
O grupo organizador da Escola de Albufeira, com vista a promover um maior debate e pluralismo, convidou igualmente a Plataforma Cidadania e Casamento da qual sou o representante, no Algarve.
Assim, na qualidade de representante do comité do Algarve da Plataforma Cidadania e Casamento, informo que estamos igualmente disponíveis para realizar na vossa escola uma palestra sobre a temática, análoga à que V.Exas realizaram no passado dia 10 de Fevereiro.
Estou certo que a participação de diferentes perspectivas irá certamente contribuir para um enriquecimento da temática escolhida pelo vosso projecto.

NA expectativa do vosso contacto,
Com os melhores cumprimentos,
Miguel Reis Cunha (917138359 ou mrc71@mail.telepac.pt)

Miguel Reis Cunha a 28 de Fevereiro de 2010 às 13:00

Boa noite,

LOL! É a minha primeira reacção a este post... LOL!

Acho que a intenção deste projecto foi no sentido de promover a igualdade entre heterossexuais e homossexuais, no sentido de combater a homofobia, abolindo preconceitos e estereótipos. Parece-me que este projecto foi direccionado para informar de uma forma responsável, séria, coerente, e consciente. Não me parece de todo que seja isto que o vosso movimento defende, bem pelo contrário.
Espero portanto, que a organização agradeça o convite e o decline ;)
AH! Mais uma vez de referir que a sessão em questão não foi "publicitária" ou de "propaganda". A rede ex aequo NÃO contactou nem esta nem nenhuma das dezenas ou centenas de escolas/faculdades/organizações onde já efectuou este tipo de sessões de esclarecimento. A rede ex aequo é sempre contactada para tal através do seu Projecto Educação, não anda por sites, blogs etc. à procura de oportunidades de se promover e como que a fazerem-se de convidados, tal como aqui faz o vosso movimento, o que de facto diz muito sobre o mesmo...

Cumprimentos,
HP
HP a 2 de Março de 2010 às 01:55

Caro HP
Muito obrigado pela sua resposta.
Fiquei sem saber se essa é a resposta "oficial" da docente e discentes responsáveis por este projecto da Área Escola.
Por isso, ficaremos a aguardar.
Cumprimentos,
Miguel Reis Cunha
Miguel Reis Cunha a 2 de Março de 2010 às 09:17

"Espero portanto, que a organização agradeça o convite e o decline ;) "

Se tivesse lido a frase acima citada já tinha a sua resposta.

HP a 4 de Março de 2010 às 02:36

O que se está a passar nesta escola com esta área escola é uma vergonha.
Lavagem ao cérebro dos jovens sem ouvir quem pensa de forma diferente.

O assunto já está a correr vários sites https://www.blogger.com/comment.g?blogID=2627658705794284224&postID=7594984256807611156 e http://oinimputavel.blogspot.com/2010/02/como-e-que-o-pais-pode-andar-para.html

A vossa professora devia ter vergonha. Este assunto não vai ficar assim, tem de ser denunciado na opinião pública e junto do Ministério da Educação.
Joao Mendes a 3 de Março de 2010 às 14:51

O que existe para denunciar?

Que uma associação de apoio a jovens LGBT (que recebe apoios do estado), foi convidada para falar sobre homossexualidade e tirar dúvidas sobre o tema?

Anónimo a 3 de Março de 2010 às 15:50

Primeiro de tudo, gostaríamos de saber o que considera "Lavagem ao cérebro ". Não obrigamos ninguém a nada, só apelamos à igualdade e ao fim da discriminação. Ouvimos opiniões diferentes e não discriminamos quem as tem, tal como pode encontrar nos nossos inquéritos. A nossa docente não tem razões para ter vergonha, visto que as pessoas têm liberdade de se expressar sem impedimentos nem discriminações.

Atenciosamente,
"A Homossexualidade"

"Lavagem ao cérebro"?

Meu caro,

só se deixa fazer uma lavagem ao cérebro quem quer.
Para além disso fala do que desconhece e portanto só demonstra a sua ignorância porque se tivesse estado nesta ou em qualquer outra SESSÃO DE ESCLARECIMENTO percebia que se tratava exactamente disso. Sessão levada a cabo por oradores que muitas vezes falam na 1ª pessoa sobre questões LGBT que lhes afectam directamente e assim procuram de uma forma directa serem testemunhas da discriminação e diria mesmo homofobia que ainda se vive na sociedade portuguesa. E é contra esta homofobia, contra este heterossexismo institucionalizado, contra o preconceito, que estes oradores (que tiveram uma formação específica para tal) levam acabo através da rede ex aequo o Projecto Educação da mesma.
Se por acaso até esteve presente nesta sessão de esclarecimento, então lamento lamento que tenha ficado com uma ideia deturpada, se calhar porque já para lá entrou com uma mentalidade fechada e aquilo que ia ouvindo entrava a 100 e saía a 1000.
Por fim gostava então de apelar a todos os que aqui criticam este trabalho desta turma na sua Área Projecto e criticam a Associação rede ex aequo que se informem antes de postarem tamanhas barbaridades. Sobre o Projecto Educação:
"Este projecto está a ser desenvolvido para fazer frente à desinformação e discriminação ainda vigente no campo da Educação em Portugal em relação a este tema, que resultam na transmissão de informação incorrecta, preconceituosa e estereotipada, assim como num ambiente negativo para o dia-a-dia dos jovens LGBT ou com dúvidas, quer em casa ou na rua, mas especialmente no espaço escolar. O impacto deste tipo de contexto é em muitos destes jovens a depressão ou a ideação e tentativa de suicídio, entre outras situações negativas tal como agressões verbais ou até mesmo físicas e perseguições da parte de elementos da comunidade educativa. Estas situações só podem ser contrariadas através da criação de ambientes positivos, abertos e tolerantes em relação às pessoas LGBT e de uma educação para a cidadania e os direitos humanos no campo da orientação sexual e identidade de género.
Pretende-se tanto com os debates, como com os materiais fornecidos a professores e alunos criar espaços onde os estudantes possam falar livremente sobre questões da orientação sexual e identidade de género sem preconceitos, criar espaços de comunicação entre a juventude LGBT e a juventude não-LGBT e diminuir a discriminação contra a juventude LGBT, quer da parte dos seus colegas, quer da parte de funcionários e professores. No caso dos professores e professores estagiários pretende-se através da brochura dirigida aos mesmos facultar-lhes informações e ferramentas para uma intervenção educativa correcta com os seus alunos que promova o respeito ao próximo e à sua diferença, quer seja de orientação sexual ou de identidade de género."
A rede ex aequo é Membro da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género da Presidência do Conselho de Ministros. Recebe regularmente apoio do Instituto Português da Juventude e recebeu no seu início o apoio da Fundação Europeia da Juventude do Conselho da Europa.
Se ainda assim não são argumentos suficientes e mais que válidos para vos elucidar e iluminar a todos e pretendem continuar com as críticas infundadas, desinformadas de forma totalmente despropositada e gratuita estejam à vontade. Façam queixa da escola, da professora, dos alunos da associação. Mas então sugiro que juntem para além dessas queixas, queixas contra alunos, professores e escolas que receberam esta iniciativa desde 2005 por aí até agora e que ainda vão receber:
HP a 4 de Março de 2010 às 03:12

Eis as sessões que já decorreram no ano lectivo de 2009/2010:

17 de outubro: Museu da Electricidade, Lisboa

16 de novembro: Escola Profissional de Torres Novas

26 de novembro: ISCTE - Feira de Voluntariado, Lisboa

29 de novembro: X Campo de Trabalho da Amnistia Internacional, Torres Vedras

2 de dezembro: Auditório Municipal Mértola

9 de dezembro: Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra

12 de dezembro: Associação Cultural "A Cadeira de Van Gogh"

21 de janeiro: Escola Básica do Bairro Padre Cruz, Lisboa

27 de janeiro: Instituto Português da Juventude em Bragança

10 de fevereiro: Escola Secundária Francisco Fernandes Lopes, Olhão

18 de fevereiro: Escola Secundária de Ermesinde, Valongo


Já agendadas, ou em agendamento, para o futuro próximo:

24 de fevereiro: Escola Secundária Raul Proença, Caldas da Rainha

25 de fevereiro: Escola Básica e Secundária Amélia Rey Colaço, Linda-a-Velha

22 de março: ***********

E ainda há pelo menos mais 10 agendadas e muitas mais até ao final do ano lectivo. Portanto... BOA SORTE ;)

Nota: Informações retiradas em parte do site e meios públicos da associação rede ex aequo.


HP a 4 de Março de 2010 às 03:15

Apresentação
Hospede inúmeras fotos no slide.com GRÁTIS!
Votação
arquivos
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
26
27

28


HIV - Filme de prevenção I
HIV - Filme de prevenção II
pesquisar
 
Visitas
mais sobre mim
blogs SAPO